João Bosco e Vinicius e Dennis DJ

João Bosco & Vinicius



Acústico no Bar”, primeiro lançamento da dupla, saiu em 2002. Resultado não poderia ser outro; sucesso!

No ano seguinte, lançaram “João Bosco e Vinicius”, trabalho homônimo que os levou a consolidar o nome entre os principais dessa turma inicial de Sertanejo Universitário. Com “Ao Vivo”, de 2005, em CD e DVD, e o sucesso de “Quero Provar que te Amo”, a carreira se solidificou em pedra.

À beira da segunda década de carreira, resolveram se propiciar um espaço de tempo maior para lançar “Indescritível”, o trabalho mais artesanal da dupla até hoje – pinçaram 14 de 800 músicas e tocaram o projeto da primeira à última linha, dos arranjos aos timbres.



Dennis DJ



Natural de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, já foi da Equipe Furacão 2000 e produziu os maiores hit’s do funk carioca: “Cerol na Mão”, “Um tapinha não dói”, “Dança da Motinha”, “Jonathan da nova Geração”, “Vai Lacraia”, “Já é Sensação” e muitas outras que você já ouviu, mas não sabia que era dele.

Ao contrário do que se imagina, ele não vive só das glórias do passado. O produtor, depois de passar mais de 10 anos nos bastidores do funk, resolveu tomar a frente e apresentar o seu trabalho como artista. Com o programa de rádio “Baile do Galerão”, que posteriormente virou “Baile do Dennis”, o produtor ajudou a escrever a história do funk carioca. E agora, como Dennis DJ se joga em turnês pelo Brasil.

Com um radar para talentos, o cara vem abraçando artistas para colaborarem em suas produções. Nesse time já passaram: Claudia Leite, MC Livinho, Latino, MC Marcinho, Mc Pikachu, MC TH, Zaack e Jerry, MC Davi, Mc Kekel e os já conhecidos MC Nandinho e Nego Bam, presentes no sucesso “Malandramente” hit absoluto do funk carioca. No YouTube, já ultrapassa a marca de 84 milhões de visualizações e foi uma das músicas mais tocadas em 2016.